O que é Economia Compartilhada?

Economia compartilhada, economia colaborativa e economia sob demanda. 

Entenda este novo sistema de viver e trabalhar. 

De acordo com o Oxford English Dictionary, a economia compartilhada é definida como “um sistema econômico no qual os bens ou serviços são compartilhados entre particulares, gratuitamente ou mediante pagamento, normalmente por meio da Internet”. 

É caracterizada, tradicionalmente, nas transações do tipo P2P: de Pessoa para Pessoa, com ênfase no acesso e não na posse.

Economia compartilhada em exemplo

Imagine que você precisa fazer um furo na parede para pendurar um item, mas não tem uma furadeira. 

Considerando que uma furadeira de uso doméstico é usada por um total de 15 a 30 minutos ao longo de sua vida (tornando-a um bem físico subutilizado), a pessoa que precisa dela aluga de um indivíduo ou empresa que possui uma. 

Compartilhar o produto oferece benefícios econômicos para ambas as partes – o proprietário é compensado por emprestar um item que nem sempre usa, e o locatário paga apenas pelo uso real dele.

Os benefícios da Economia Compartilhada permeiam questões sociais, ambientais e econômicas, promovendo a democratização do acesso aos bens e serviços. 

Os benefícios da economia compartilhada

Os fatores que impulsionam o crescimento da economia compartilhada incluem a flexibilidade que o modelo de negócios oferece e a conveniência do acesso online a bens e serviços compartilhados, como a Uber e o Airbnb, líderes da modalidade. 

Embora as empresas sempre tenham trabalhado para fornecer soluções que simplifiquem a vida dos clientes, o novo modelo é eficaz porque promove a economia de recursos e a responsabilidade social. 

A economia compartilhada dá aos consumidores uma maneira de participar de mais atividades de forma acessível e sustentável.

Um estudo realizado pelo Brooking Institution India Center mostrou que a economia compartilhada deve crescer para 335 bilhões (dólares) até 2025 e continuará a ser alimentada pela crescente força de trabalho flexível e pelo apelo de serviços sob demanda.

Nós, como Coworking, já fazemos parte dessa tendência e novo modelo de trabalho: temos um espaço colaborativo, onde profissionais da saúde podem ter seus consultórios com todos os serviços essenciais inclusos.  

E você? Vem para o futuro ou prefere seguir com o convencional?

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Fique por dentro

Veja Mais